>

Ro,Suzi e Elis. Dominadoras

Somos 3 amigas.E claro adoramos aziar, só por aziar mesmo,a todos.Somos fiéis em nossas relações.E juntas, somos AS DOMINADORAS!Você vai tremer ou se apaixonar. Somos sempre assim.Ou você nos amam ou nos odeiam. Para nós, tanto faz. Contanto que nossos homens nos amem! Estamos sempre em busca de aventura. E você pode ser a próxima!Nosso amor é eterno enquanto dura...E enquanto suporta nossas brincadeiras, assite uns trailer de uns filminhos e ouve umas musi-quinhas...

sexta-feira, outubro 31, 2008

Auto Estima...



AUTO ESTIMA
Estavam reunidas, a Sininho, a Fiona e a Angelina Jolie, na Disney, jogandoconversa fora...

Aí a Sininho disse:

- Eu sou a menor fadinha do mundo!!!

A Fiona revidou:- Sou a ogra mais feia do planeta!!!

E a Angelina Jolie finalizou:- Sou a mulher mais linda, inteligente e maravilhosa do mundo!!!

Mas elas queriam que isso fosse comprovado.

Pegaram o Guiness Book.

A Sininho abriu na pagina 873...e realmente estava lá: Sininho, Amenor fada do mundo...

Todas ficaram impressionadas........

A Fiona pegou o livro, abriu na página 585 e estava lá escrito:Fiona, A ogra mais feia do mundo.

OOOOOHHHHH disseram todas.

Por último, a Angelina Jolie pegou o livro, abriu na página 97.......depois de alguns minutos de silêncio e uma cara de fúria,

(PRATICAMENTE A BEIRA DE UM ATAQUE DE NERVOS), ela gritou:

Ai !!!!!!! Meu Deus !!!!!!!!!! Quem é essa tal de Suzi Pelissari ????????????

quarta-feira, outubro 15, 2008

Mulher não trái,apenas vinga...


EVITE SER TRAÍDO

Por Arnaldo Jabor


Para as mulheres, uma verdade! Para os homens, a dura realidade. Você deve estar perguntando porque eu gastaria meu precioso tempo falando sobre isso. Entretanto, a aflição masculina diante da traição pela mulher moderna vem me chamando a atenção já há tempos. Mas o que seria uma 'mulher moderna'? A princípio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde (e nem tem) tempo com / para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho engrandece, que é independente sentimentalmente dos outros, que é corajosa, companheira, confidente, amante... É aquela que às vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e de correr para os seus braços. É aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e meiga, desarrumada e linda. Enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem de ninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer...

Assim, após um processo 'investigatório' junto a essas 'mulheres modernas', pude constatar o pior. VOCÊ SERÁ (OU É?? ) 'corno', ao menos que:

- Nunca deixe uma 'mulher moderna' insegura. Antigamente elas choravam. Hoje elas simplesmente traem, sem dó nem piedade.

- Não ache que ela tem poderes 'adivinhatórios'. Ela tem de saber da sua boca o quanto você gosta dela. Qualquer dúvida neste sentido poderá levar às consequências expostas acima.

- Não ache que é normal sair com os amigos (seja pra beber, pra jogar futebol) mais do que duas vezes por semana, três vezes então, é assinar atestado de 'chifrudo'. As 'mulheres modernas' dificilmente implicam com isso, entretanto, elas são categoricamente 'cheias de amor pra dar' e precisam da ' presença masculina'. Se não for a sua, meu amigo...

– Quando disser que vai ligar, LIGUE, senão o risco dela ligar pra aquele ex bom de cama é grandessíssimo.

– Satisfaça-a sexualmente. Mas não finja satisfazê-la. As 'mulheres modernas' têm um pique absurdo em relação ao sexo e, principalmente dos 30 aos 42 anos, elas pensam, e querem fazer sexo TODOS OS DIAS (pasmem, mas a pura verdade). Bom, nem precisa dizer que se não for com você...

– Lhe dê atenção. Mas principalmente, faça com que ela perceba isso. Seja muito carinhoso, sempre. Garanhões mau (ou bem) intencionados sempre existem, e estes quando querem são peritos em levar uma mulher às nuvens. Então, leve-a você, afinal, ela é sua ou não é???

– Nem pense em provocar 'ciuminhos' vãos. Como pude constatar, mulher insegura é uma máquina colocadora de chifres!

– Em hipótese alguma deixe-a desconfiar do fato de você estar saindo com outra. Essa mera suposição da parte delas dá ensejo a um 'chifre' tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém MUITO MAIS 'comedor' do que você... Só que o prato principal, bem... dessa vez é a SUA mulher.

– Sabe aquele bonitão que você sabe que sairia com a sua mulher a qualquer hora? Bem... de repente a recíproca também pode ser verdadeira. Basta ela, só por um segundo, achar que você merece. Quando você reparar, já foi.

- Tente estar menos 'cansado'. A 'mulher moderna' também trabalhou o dia inteiro e, provavelmente, ainda tem fôlego para - como diziam os homens de antigamente – 'dar uma', para depois, virar de lado e simplesmente dormir.

- Volte a fazer coisas do começo da relação. Se quando começaram a sair viviam se cruzando em baladas, 'se pegando' em lugares inusitados, trocavam e-mails ou telefonemas picantes, a chance dela gostar disso é muito grande, e a de sentir falta disso então, imensa. A 'mulher moderna' não pode sentir falta dessas coisas ... senão...

Bem amigos, aplica-se, finalmente, o tão famoso jargão 'quem não dá assistência, abre concorrência e perde a preferência'.

Deste modo, se você está ao lado de uma mulher de quem realmente gosta e tem plena consciência de que, atualmente o mercado não está pra peixe (falemos de qualidade), pense bem antes de dar alguma dessas mancadas.

Proteja-a, ame-a, e principalmente, FAÇA COM QUE ELA SAIBA DISSO! Ela vai pensar milhões de vezes antes de dar bola pra aquele bonitão que vive enchendo-a de olhares, mandando recados por e-mails ou deixando na caixa de mensagens dos celulares... e vai continuar, sem dúvidas, olhando só pra você!!! 'Quem não se dedica, se complica' e como diz uma amiga: MULHER NÃO TRAI, APENAS SE VINGA!!!


Se não concordar, basta comentar...
Elise

segunda-feira, outubro 13, 2008

Amiga Suzi, estou te devendo...

Estou te devendo um:
- Seja bem vinda de volta a minha vida!Estava morrendo de saudades e agora não pretendo deixa-la nunca mais.

Sei que deixei o poema no orkut,mas aqui ele é só para você:

AH! OS RELÓGIOS

Amigos, não consultem os relógios
quando um dia eu me for de vossas vida
sem seus fúteis problemas tão perdidas
que até parecem mais uns necrológios...

Porque o tempo é uma invenção da morte:
não o conhece a vida - a verdadeira -
em que basta um momento de poesia
para nos dar a eternidade inteira.

Inteira, sim, porque essa vida eterna
somente por si mesma é dividida:
não cabe, a cada qual, uma porção.

E os Anjos entreolham-se espantados
quando alguém - ao voltar a si da vida-
acaso lhes indaga que horas são...

Mario Quintana - A Cor do Invisível

terça-feira, outubro 07, 2008

Declaração de Amor ...rapto de um blog amigo.

Declaração de Amor.






Tentei dizer quanto te amava, aquela vez, baixinho,


mas havia um grande berreiro,


um enorme burburinho e, pensado bem,


o berçário não era o melhor lugar.


Você de fraldas, uma graça, e eu pelado lado a lado,


cada um recém-chegado você sem saber ouvir, eu sem saber falar.




Tentei de novo, lembro bem, na escola.


Um PS no bilhete pedindo cola interceptado pela professora,


como um gavião.


Fui parar na sala da diretora e depois na rua enquanto você, compreensivelmente, ficou na sua.


A vida é curta, longa é a paixão.




Numa festinha, ah, nossas festinhas, disse tudo:


"Eu te adoro, te venero, na tua frente fico mudo"


E você não disse nada. E você não disse nada.


Só mais tarde, de ressaca, atinei.


Cheio de amor e Cuba, me enganei e disse tudo para uma almofada.


Gravei, em vinte árvores, quarenta corações.


O teu nome, o meu, flechas e palpitações:


No mal-me-quer, bem-me-quer, dizimei jardins.


Resultado: sou persona pouco grata corrido a gritos de "Mata! Mata!" por conservacionistas, ecólogos e afins.




Recorri, em desespero, ao gesto obsoleto:


"Se não me segurarem faço um soneto"


E não é que fiz, e até com boas rimas?


Você não leu, e nem sequer ficou sabendo.


Continuo inédito e por teu amor sofrendo.


Mas fui premiado num concurso em Minas.




Comecei a escrever com pincel e piche num muro branco,


o asseio que se lixe, todo o meu amor para a tua ciência.


Fui preso, aos socos, e fichado.


Dias e mais dias interrogado: era PC <>


Te escrevi com lágrimas , sangue, suor e mel


(você devia ver o estado do papel) uma carta longa, linda e passional.


De resposta nem uma cartinha nem um cartão, nem uma linha!


Vá se confiar no Correio Nacional.




Com uma serenata, sim, uma serenata como nos tempos da Cabocla Ingrata me declararia, respeitando a métrica.


Ardor, tenor, a calçada enluarada...


havia tudo sob a tua sacada menos tomada pra guitarra elétrica.




Decidi, então, botar a maior banca no céu escrever com fumaça branca:


"Te amo, assinado.." e meu nome bem legível.


Já tinha avião, coragem, brevê tudo para impressionar você mas veio a crise, faltou o combustível.




Ontem você me emprestou seu ouvido e na discoteca, em meio do alarido, despejei meu coração.


Falei da devoção ha anos entalada e você disse Disse "eu não escuto nada".


Curta é a vida, longa é a paixão.


Na velhice, num asilo, lado a lado em meio a um silêncio abençoado direi o que sinto, meu bem.


O meu único medo é que então empinando a orelha com a mão,


você me responda só:


"Heim?"


Carinho e amor, roubado do blog de uma amigo.
Amei e quiz compartilhar...
Espero que gostem,assim como eu...

Elisabeth Lorena Alves